quinta-feira, 16 de outubro de 2014

(IN)Certezas

Nas minhas tantas certezas tão absolutas, que não são mais do que apenas escudos de proteção, não tenho a certeza do que é :

Gostar tanto de ti que não consigo passar 1 dia sem que te diga nem que seja apenas um :"olá"...
Que quando não estás, procuro em silêncio, dentro de mim algo que me faça lembrar de ti...
Sentir que és o meu mais alegre despertar e o meu despedir mais dificil...
Sentir que és a minha parte do dia que faz o meu sorriso valer ainda mais a pena...
Sentir que preciso que cada minuto valha a pena, uma vez que não sei quantos mais minutos iremos ter...

De tantas (In)certezas que tenho, não encontro a certeza ...

Sem comentários:

Enviar um comentário